sexta-feira, 4 de junho de 2010

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE: O Poeta que buscava à Deus.

Você que gosta de poesia, leia atentamente:


Coisa miserável,

Suspiro de angústia
Enchendo o espaço,
Vontade de chorar,

Coisa miserável,

Miserável.



Senhor, piedade de mim,

Olhos misericordiosos

Pousando nos meus,
Braços divinos
Cingindo meu peito,

Coisa miserável
No pó sem consolo,
Consolai-me.

Mas de nada vale

Gemer ou chorar,

De nada vale

Erguer mãos e olhos

Para um céu tão longe,

Para um deus tão longe

Ou, quem sabe? , para um céu vazio.



É melhor sorrir

(sorrir gravemente)

E ficar calado

E ficar fechado

Entre duas paredes

Sem a mais leve cólera

Ou humilhação.

Carlos Drummond de andrade


Drummond jamais aceitou o fato de sua filha, Julieta, ter morrido antes dele. Achou que isso foi injustiça da parte de Deus. Logo após o sepultamento de sua filha, Drummond pediu a seu cardiologista que lhe receitasse “ um infarto fulminante”

Anos depois revelou sua atitude diante da morte: “Aceito a idéia da morte. Como não tenho religião, não vou pedir a Deus para prolongar a minha vida, para me dar uma morte serena. Aceito a minha sorte. Não adiantaria ficar choramingando ‘quero viver, quero viver’! só quero morrer tranqüilo comigo mesmo. Eu me desejo uma boa morte."

E foi em um completo estado de rejeição a Deus que o poeta partiu para a eternidade. Carlos Drummond de Andrade foi um homem muito triste, um homem carente de alguma mudança. Ele pedia, implorava, ele queria sentir o afago de Deus em sua vida, queria se sentir protegido, amado. Ele era triste de mais... sentia angústia de mais. Aonde ele poderia se apegar se não havia lugar para se apegar?

O pastor Altomir Cunha escreveu algo no twitter que é muito sério:

“ Quando a vida te der 100 razões para chorar. Diga a ela que você não precisa de nenhuma para sorrir, por que a alegria do Senhor é sua força”.

Drummond só precisava disso, ele precisava ser apresentado a essa frase... precisava ser apresentado à esse DEUS. O único Deus. O DEUS que me da força, quando a única coisa que eu quero é chorar... o DEUS que pousa seus olhos misericordiosos nos meus, o DEUS dos braços divinos que cingem o meu peito... que me consola no pó sem consolo...

Queridos, não deixe que vários Drummond de Andrade morra... sem ao menos ter conhecido o verdadeiro Deus!!!!!

6 comentários:

Alexandre Ribeiro disse...

Alexandre escrevendo:
Onde estavam " os cheios de Deus" nesse momento?
Como você disse Lí, quantos andrades tem por aí, carentes de Deus, amigos nossos, parentes e tantos outros.
Falar do amor de Deus para que tem o amor de Deus é muito bom, muito legal, um ajudando o outro, mas falar do amor de Deus para quem não O conhece, aí sim estamos cumprindo o ide de Jesus.
Que aliás não deve ser um peso, para nós falar de Nosso amigo, deve ser um prazer, deve sair natural.
É Jesus vivendo integralmente de nós.

Ana Carolina Felix disse...

Concordo com o que o Alexandre disse, se temos comunhão com o Pai, sentimos a necesside de falar do amor de Jesus, Ele é vida, é fonte... O que temos nós além Dele? Se cada um falar para os seu próximo, sua familia e amigos, já estaremos ajudando tantos "Drummond"... Como conhecerão se não quem fale???
Como vc disse Li, ele só precisava conhecer o nosso Jesus...esse Deus de amor!

Thaine disse...

Concordo plenamente com quem escreveu essa postagem... Deus é bom de mais e precisa ser anunciado entre as nações. Entre os que tem sede de Cristo.

Rafaela Santos Liverpool disse...

minha maiga me indicou esse blog ( thaine) e quando ela me falou, logo lembramos de quem eu era. Eu era uma "Drummond", não que eu era uma poeta renomada, mais alguém talentosa e carente de Deus. Mas Jesus me foi apresentado por essa amiga maravilhosa... Hoje me sinto feliz e gratificada pelas benções que ele tem derramado em minha vida. Já não me sinto mais sozinha, nem tento mais me matar. Pelo contrario só quero viver, e viver uma vida eterna.

Carol Lima disse...

Parabéns Lilian, não a conheço pessoalmente, mas vi uns comentários da Rafaela no twitter e decidi dar uma passadinha...
Nossa, esse texto realmente está dando o que falar na rede...
Que Deus te abençõe... e estou indicando para todos os que conheço.
Me manda seu e-mail ou msn para gente poder conersar melhor. O meu e-mail é:
carollimacastro@yahoo.com.br

um abraço...

Anônimo disse...

Eu sou um solitário como Drummond. Tenho talentos reconhecidos por muitas pessoas + ate hoje ninguém se aproximou com intenções puras. Ninguém queria me fazer companhia de verdade. Sempre fui um solitário roadeado de pessoas.

Postar um comentário

Previous Post Next Post Back to Top